Mundo

22/06/2022 as 11:28

Júri considera Bill Cosby culpado por abuso sexual de menor

Judy Huth denunciou ator por crime cometido em Mansão Playboy

Agência: Ansa
Foto: EPA / Ansa / https://ansabrasil.com.br/ansausers/brasil/flash/cultura/2022/06/22/jur<?php echo $paginatitulo ?>

O júri de um processo civil na Califórnia considerou o ator Bill Cosby como culpado pelo abuso sexual de uma jovem menor de idade, em crime cometido na década de 1970, nesta terça-feira (21).

O comediante foi condenado a pagar uma indenização de US$ 500 mil para Judy Huth, vítima do crime quando tinha 16 anos.

Segundo sua denúncia, Cosby já era um ator famoso na época dos fatos e a conheceu em um clube de tênis. De lá, ofereceu bebidas alcoólicas para ela e uma amiga em um casa. Quando estavam bêbadas, as levou para a Mansão Playboy, onde o artista a obrigou a praticar sexo com ele mesmo contra sua vontade.

Conforme os jurados, Cosby sabia que Huth era menor de idade e sabia que a menina não queria ter relações com ele. Essa é mais uma condenação contra o ator, que no ano passado deixou a prisão após dois anos detido por estuprar outra mulher, Andrea Constand. A liberação ocorreu porque o julgamento foi anulado.

Mas, o comediante tem inúmeras acusações de mulheres que, ao longo das últimas décadas, afirmaram que Cosby cometeu o mesmo crime e com o mesmo mecanismo: seduzidas quando novas pelo ator famoso, depois drogadas ou induzidas a beber bebidas alcoólicas até perderem o sentido e então agredidas sexualmente.

No entanto, os processos não puderam ser abertos porque as denúncias não foram feitas na época dos fatos. Já o caso de Huth, iniciado em 2014, só foi possível ir adiante porque a mulher era menor de idade na época e foi feito perante um tribunal civil de Los Angeles.