Mundo

20/05/2022 as 17:43

Rússia diz estar perto de conquistar região de Lugansk

Território fica no Donbass, no leste da Ucrânia

Agência: Ansa
Foto: Ansa / https://ansabrasil.com.br/ansausers/brasil/flash/internacional/2022/05/20/rus<?php echo $paginatitulo ?>

O governo da Rússia afirmou nesta sexta-feira (20) que está perto de conquistar a totalidade da região de Lugansk, território do leste da Ucrânia parcialmente controlado por rebeldes pró-Moscou.

"As Forças Armadas russas, ao lado das milícias populares de Lugansk e Donetsk, continuam a expandir seu controle nos territórios do Donbass. A libertação da República Popular de Lugansk está perto de ser concluída", disse o ministro da Defesa russo, Sergey, Shoigu, durante uma reunião do governo.

Donetsk e Lugansk se autoproclamaram independentes em 2014, na esteira da crise provocada pela deposição do presidente pró-Rússia Viktor Yanukovich, mas, até o início da invasão russa à Ucrânia, apenas uma pequena parte dessas duas regiões estava em poder dos rebeldes.

Inicialmente, a Rússia tentou conquistar a capital da Ucrânia, Kiev, mas depois recuou e passou a se concentrar na tomada do Donbass, onde os russos étnicos são a maioria da população.

"Os ocupantes estão tentando aumentar a pressão. É um inferno, e isso não é um exagero", disse o presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, em um novo vídeo sobre a situação no país. "O Donbass está completamente destruído", acrescentou.

Kiev também acusa a Rússia de atacar uma escola onde se escondiam centenas de pessoas em Severodonetsk, na região de Lugansk, deixando ao menos três mortos. Na última quinta-feira (19), 20 civis morreram em 54 bombardeios russos no Donbass, segundo a Ucrânia.