Mundo

15/10/2021 as 11:40

Ataque a mesquita xiita no Afeganistão deixa mais de 30 mortos

É o segundo grande atentado no país em uma semana

Agência: Ansa
Foto: EPA / Ansa / https://ansabrasil.com.br/ansausers/brasil/flash/internacional/2021/10/<?php echo $paginatitulo ?>

Ao menos 32 pessoas morreram e 53 ficaram feridas em um ataque a uma mesquita xiita em Kandahar, na parte sul do Afeganistão, nesta sexta-feira (15) - dia considerado sagrado para orações pelos muçulmanos.

Nenhum grupo reivindicou a autoria do atentado, mas a ação tem a forma dos terroristas do Estado Islâmico, que tem uma célula muito ativa dentro do Afeganistão e que voltou a fazer uma série de ataques desde que os "rivais" do Talibã retomaram o poder político do país.

Conforme um repórter da agência francesa AFP, que estava próximo da mesquita, foi possível ouvir três explosões no local: uma na porta principal, uma na área sul da estrutura e uma em um canto onde os fiéis se lavam antes de entrar no templo.

Esse é o segundo grande ataque a uma mesquita xiita em uma semana. Na última sexta-feira (8), extremistas do Estado Islâmico de Khorasan (EI-K ou Isis-K) realizaram um atentado em Kunduz e mataram, ao menos, 80 pessoas. Outras 100 ficaram feridas na ação.

Apesar de talibãs e EI serem muçulmanos sunitas, os dois grupos têm visões "rivais" em todos os aspectos e se consideram "mais importantes e mais sábios". Enquanto os primeiros têm uma visão mais nacionalista, o segundo quer criar um "emirado islâmico" internacional.

Além disso, o EI considera os muçulmanos xiitas como "hereges que devem ser eliminados", algo que os talibãs não concordam.