Mundo

19/07/2021 as 10:33

França prende último ex-terrorista italiano foragido

Maurizio Di Marzio responderá a processo de extradição

Agência: Ansa
Foto: Ansa / ansabrasil.com.br/ansausers/brasil/flash/internacional/2021/07/19/franca-pren<?php echo $paginatitulo ?>

A polícia da França prendeu nesta segunda-feira (19), em Paris, o último ex-terrorista italiano que estava foragido desde a deflagração da operação "Sombras Vermelhas", em abril passado.

Maurizio Di Marzio era membro das Brigadas Vermelhas, guerrilha comunista que sequestrou e executou o ex-premiê Aldo Moro em 1978. De acordo com a polícia italiana, ele participou do atentado contra um dirigente da província de Roma, Enzo Retrosi, em 1981, e de uma tentativa de sequestro contra o policial Nicola Simone, em 1982.

A audiência para confirmação da prisão de Di Marzio está marcada para a manha desta terça-feira (20). A Itália pede a extradição deste e de mais outros nove ex-terroristas de esquerda presos na França em abril passado.

Entre eles estão comparsas de Cesare Battisti no grupo Proletários Armados pelo Comunismo (PAC), como Luigi Bergamin, e ex-integrantes das Brigadas Vermelhas.

As prisões marcaram uma histórica mudança de postura por parte da França, que desde os mandatos de François Mitterrand (1981-1995) dava abrigo a militantes de esquerda que participaram da luta armada nos "Anos de Chumbo" na Itália, desde que eles tivessem renunciado à violência.