Mundo

18/07/2021 as 11:40

Mortes por mau tempo continuam a aumentar na Alemanha

Merkel visitou área afetada e disse que viu imagens assustadoras

Agência: Ansa
Foto: EPA / Ansa / ansabrasil.com.br/ansausers/brasil/flash/internacional/2021/07/18/morte<?php echo $paginatitulo ?>

Os números de vítimas da forte onda de mau tempo que atingiu a Alemanha continuam a aumentar e já somam 144, informaram as autoridades neste domingo (18). Há ainda centenas de desaparecidos em diversas cidades.

As buscas foram intensificadas, já que as chuvas deram uma trégua e a água dos rios está baixando gradativamente. Há ao menos 20 mil socorristas trabalhando nos estados de Renânia-Palatinado e Renânia do Norte-Vestfália, os dois mais atingidos pelo mau tempo.

Neste domingo, a chanceler Angela Merkel, que retornou de uma visita oficial aos Estados Unidos, foi até Adenau, uma das mais afetadas do país. Além de anunciar uma ajuda financeira aos moradores atingidos, a líder alemã cobrou que o mundo tenha uma política ambiental mais forte.

"Há a necessidade de uma política que leve mais em consideração a natureza e o clima - mais do que fizemos nos últimos anos. Nós vemos com quanta violência a natureza pode agir e nós precisamos combater essa violência, no curto prazo, mas também precisamos pensar no médio e no longo prazos", disse Merkel.

A líder fez um sobrevoo sobre as áreas mais atingidas, como a comunidade de Schuld, e disse que o que viu foram "imagens surreais e assustadoras". "A língua alemã não conhece nenhuma palavra que seja capaz de definir o que aconteceu aqui", ressaltou aos jornalistas.

A Bélgica, segundo país mais afetado pela onda de mau tempo na União Europeia, também informou que aumentou para 27 a quantidade de vítimas da tragédia e que "dezenas" estão desaparecidas. A nação está sob luto oficial.

Também afetados pelas chuvas, os Países Baixos não registraram óbitos, mas ainda têm mais de 500 famílias desabrigadas por conta das cheias de diversos rios. O governo decretou estado de calamidade nas áreas afetadas.