Mundo

17/07/2021 as 11:54

Funeral do presidente do Haiti é marcado para 23 de julho

Moise foi assassinado dentro da residência oficial no dia 7

Agência: Ansa
Foto: EPA / Ansa / ansabrasil.com.br/ansausers/brasil/flash/internacional/2021/07/17/funer<?php echo $paginatitulo ?>

O funeral do presidente do Haiti, Jovenel Moise, será realizado no dia 23 de julho, em uma cerimônia formal de Estado, informou o ministro da Cultura do país, Pradel Henriquez. O mandatário foi assassinado na madrugada do dia 7 de julho dentro da residência oficial.

As cerimônias de despedidas serão iniciadas no dia 20, com uma homenagem formal no Museu do Panteão Nacional em Porto Príncipe.

No dia 22, o velório será aberto ao público na cidade de Cap-Haitien, no norte do território, atendendo a um pedido da família.

O funeral em si será realizado na mesma cidade no dia 23. Os horários das cerimônias serão divulgados durante a próxima semana.

Moise e sua esposa, Martine, foram alvos de um ataque de um grupo de mercenários com quase 30 pessoas, sendo a maioria de colombianos. A primeira-dama chegou a ser dada como morta, mas depois a informação foi retificada. Ela passou por uma série de cirurgias, por conta do grave estado de saúde, mas os médicos afirmam que ela não corre mais o risco de morrer.

Ainda não se sabe quem ordenou o assassinato do presidente e a polícia investiga quem seriam os mandantes. As suspeitas chegaram a recair sobre o primeiro-ministro, Claude Joseph, mas os policiais negaram a informação.