Esportes

28/07/2022 as 22:14

Empurrado pela torcida, Vasco goleia CRB e reassume a vice-liderança da Série B

O CRB perdeu uma série invicta de nove jogos e continua com 28 pontos, em oitavo lugar

fonte
Foto: Daniel Ramalho / CRVG / Ag. Brasil / https://agenciabrasil.ebc.com.br/esportes/notic<?php echo $paginatitulo ?>

Mais uma vez a torcida fez a diferença em São Januário lotado. Cantou, gritou e empurrou o Vasco para cima do CRB em goleada por 4 a 0, nesta quinta-feira à noite, pela 21ª rodada da Série B do Brasileiro. O time carioca, desta vez, correspondeu à vibração dos torcedores, foi competitivo e mereceu reassumir a vice-liderança. Andrey Santos (dois), Raniel e Eguinaldo fizeram os gols.

Vindo de três jogos sem vitória e após a demissão do técnico Maurício Souza, o Vasco se reabilitou com o interino Emilio Faro Agora soma 38 pontos, um na frente do Grêmio, mas ainda longe do líder Cruzeiro. O CRB perdeu uma série invicta de nove jogos e continua com 28 pontos, em oitavo lugar.

Quem também sentiu na pele este clima de arrepiar foi o atacante Alex Santana, a maior contratação vascaína na janela de transferência. Ele viu tudo das tribunas, mas teve sua estreia confirmada para o próximo domingo, às 16h, no mesmo São Januário, diante da Chapecoense. O CRB vai receber a Ponte Preta só no dia 4 de agosto.

Os jogadores aproveitaram o caldeirão armado pela torcida para imprimir muita intensidade no início do jogo. O Vasco abriu o placar logo aos três minutos. Nenê, do lado esquerdo, cobrou falta com efeito e o volante Andrey Santos subiu para testar no canto esquerdo do goleiro. Neste ritmo alucinante, o time carioca criou ainda duas chances para ampliar, em um chute cruzado de Nenê, raspando a trave, e com Raniel parando no goleiro Diogo Silva. Tudo antes dos 10 minutos.

O CRB não se intimidou e tentou reagir. Aos 11, Rafael Longuine arriscou de longe, a bola ganhou força e passou perto da trave de Thiago Rodrigues. Aos 17, Anselmo Ramon ajeitou no peito e tentou por cobertura, mas a bola tocou na rede pelo lado de fora Aos 26 minutos, o time alagoano até marcou com Anselmo Ramon, porém, o lance foi anulado pelo VAR, que apontou impedimento.

Quando sofria a pressão, o Vasco fez o segundo gol. Yuri Lara roubou a bola de Anselmo Ramon no meio-campo e faz o passe para Raniel. O atacante avançou e bateu cruzado pra ampliar.

No segundo tempo, o CRB não teve tempo de tentar a reação porque sofreu o terceiro gol muito rápido, aos seis minutos. Outro contra-ataque iniciado em roubada de bola de Yuri Lara e lançamento para Raniel. O atacante entrou na área, mas perdeu o controle da bola, que sobrou para Andrey Santos bater cruzado no lado direito de Diogo Silva: 3 a 0.

O CRB desanimou de vez. Aos 30 minutos, o zagueiro Diego Ivo, machucado, saiu e o time alagoano já não tinha mais substituições a fazer. Com um a menos, ainda sofreu o quarto gol, já nos acréscimos, com o garoto Eguinaldo, de apenas 17 anos, recebendo na frente da área, ajeitando e soltando a bomba para fechar a goleada. Ele foi comemorar chorando. No final do jogo, o jovem foi abraçado e jogado para o alto por seus companheiros em seu batismo por marcar o primeiro gol como profissional.

FICHA TÉCNICA

VASCO 4 X 0 CRB

VASCO - Thiago Rodrigues; Léo Matos, Quintero, Anderson Conceição e Edimar (Luiz Henrique); Yuri Lara, Andrey Santos e Nenê (Palacios); Figueiredo (Marlon Gomes), Raniel (Eguinaldo) e Gabriel Pec (MT). Técnico: Emílio Faro (interino).

CRB - Diogo Silva; Reginaldo, Wellington Carvalho, Gilvan (Diego Ivo) e Raul Prata; Yago, Wallace (Uillian Correia) e Rafael Longuine (David Brall); Emerson Negueba (Paulinho Moccelin), Anselmo Ramon (Gabriel Conceição) e Fabinho. Técnico: Daniel Paulista.

GOLS - Andrey Santos, aos 3, e Raniel, aos 30 minutos do primeiro tempo; Andrey Sanos, aos 6 e Eguinaldo, aos 46 do segundo.

ÁRBITRO - Caio Max Augusto Vieira (RN).

CARTÕES AMARELOS - Palacios (Vasco) e Reginaldo, Gilvan e Yago (CRB).

RENDA - R$ 484.920,00.

PÚBLICO - 19.997 presentes.

LOCAL - Estádio de São Januário, no Rio (RJ).