Esportes

13/09/2021 as 07:06

São Paulo perde para Fluminense e fica perto da zona da degola no Brasileirão

E, sem um grande poder de criação, era presa fácil para a boa marcação do Fluminense

fonte
Foto: Lucas Merçon/FFC/https://www.fluminense.com.br/noticia/fluminense-vence-o-sao-paulo-<?php echo $paginatitulo ?>

Por Paulo Favero
O São Paulo visitou o Fluminense no Maracanã, neste domingo, e não conseguiu frear a boa fase do rival, que venceu por 2 a 1 e chegou à sétima posição no Campeonato Brasileiro. Já o time paulista estacionou nos 22 pontos, a apenas um da zona de rebaixamento.

Com as duas equipes próximas na tabela de classificação, esperava-se um jogo bem disputado. Mas essa briga pela vitória não se transformou em poder ofensivo e sim em um duelo truncado, com muita marcação e faltas.

No meio-campo, o São Paulo sentia a ausência de Benítez e até do atacante Rigoni, que costuma fazer gols ou dar bons passes para seus companheiros. Ambos foram poupados pelo técnico Hernán Crespo. E, sem um grande poder de criação, era presa fácil para a boa marcação do Fluminense.

Essa competição no meio fez com que o primeiro tempo tivesse poucas chances. Luciano chegou a fazer dois gols, mas ambos foram anulados, um por causa de impedimento e outro porque a bola saiu antes do cruzamento de Reinaldo. Já o time da casa teve duas chances na bola parada de Danilo Barcelos.

Na etapa final o jogo mudou logo aos 4 minutos, quando na cobrança de escanteio, a bola sobrou para Nino, livre, abrir o marcador. Dez minutos depois veio o empate após Nino fazer pênalti em Luciano. Os são-paulinos pediram a expulsão do zagueiro, mas o árbitro Jefferson Ferreira de Moraes ignorou os apelos. Reinaldo cobrou com perfeição e empatou o duelo.

Fred vinha tendo uma disputa particular com Miranda e o zagueiro da seleção brasileira vinha levando a melhor. Mas aos 20 o centroavante recebeu no meio-campo, protegeu a bola de Miranda e lançou Luiz Henrique, que ganhou na corrida e chutou forte, fazendo o segundo gol do Fluminense.

A partir daí a defesa do São Paulo não se encontrou e Crespo até tentou reagir colocando Rigoni (antes já havia optado por Benítez também). Em uma cobrança de falta, o atacante quase empatou, mas Marcos Felipe espalmou. Na sequência, o argentino mandou um chute para fora, colocando fogo na partida. No final, Vitor Bueno teve ótima chance para empatar, mas parou em Marcos Felipe, que garantiu os três pontos para o Fluminense.

FICHA TÉCNICA:

FLUMINENSE 2 x 1 SÃO PAULO

FLUMINENSE - Marcos Felipe; Calegari, Nino, Luccas Claro e Danilo Barcelos; André, Yago Felipe e Nonato (Wellington); Luiz Henrique (Samuel Xavier), Fred (Bobadilla) e Caio Paulista (David Braz). Técnico: Marcão.

SÃO PAULO - Tiago Volpi; Bruno Alves, Miranda e Léo; Galeano (Rigoni), Luan (Benítez), Gabriel Sara (Rodrigo Nestor), Igor Gomes (Gabriel Neves) e Reinaldo; Luciano e Pablo (Vitor Bueno). Técnico: Hernán Crespo.

GOLS - Nino, aos 4, Reinaldo (pênalti), aos 14, Luiz Henrique, aos 20 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Nino, Fred, Luccas Claro, André, Bobadilla, Miranda, Rigoni, Gabriel Neves e Igor Gomes.

ÁRBITRO - Jefferson Ferreira de Moraes (GO).

RENDA E PÚBLICO - Jogo sem torcida.

LOCAL - Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ).