Mundo

24/10/2020 as 16:39

Itália pretende fechar bares e restaurantes às 18h por Covid

Itália pretende fechar bares e restaurantes às 18h por Covid

Agência: Ansa
Foto: Ansa<?php echo $paginatitulo ?>

O novo decreto com medidas restritivas para conter o avanço da pandemia do coronavírus Sars-CoV-2 na Itália, que deve ser anunciado ainda neste sábado(24), prevê que restaurantes, bares e gelaterias de todo território nacional fechem suas portas às 18h (horário local).

A expectativa é de que as regras entrem em vigor a partir da próxima segunda-feira (26) até o dia 24 de novembro.

Segundo um rascunho do documento, o governo do primeiro-ministro da Itália, Giuseppe Conte, está debatendo a possibilidade de suspender as atividades dos serviços comerciais, como bares, pubs, restaurantes, gelaterias e confeitarias, em todos os domingos e feriados, além de restringir o funcionamento durante a semana para entre 5h e 18 horas.

Além disso, o projeto prevê que, a partir das 18h, será proibido o consumo de alimentos e bebidas em locais públicos e abertos, sendo permitido apenas a entrega a domicílio, desde que as normas de saúde e higiene sejam respeitadas. O formato "Take away" funcionará até à meia-noite, com proibição de consumo nas proximidades do estabelecimento.

O texto ainda recomenda "fortemente" que todas as pessoas não se desloquem, por meio de transporte público ou privado, para outro município que não seja o de sua residência, com exceção para trabalhar, estudar ou por motivos de saúde.

Entre as possíveis medidas também está a suspensão das atividades em salões de jogos, apostas, bingos e cassinos. As salas de teatro, espetáculos, cinemas e outros espaços abertos serão fechados mais uma vez. A expectativa é de que academias, piscinas e fliperamas também paralisem suas atividades.

Já em relação às aulas, o governo italiano pretende manter as creches e ensinos maternal, básico e secundário abertos, funcionando presencialmente, enquanto as escolas de ensino médio adotarão 75% das aulas de forma online.

O rascunho ainda informa que "as ruas ou praças dos centros urbanos, onde podem surgir situações de congestionamento, podem ser fechadas ao público a partir das 21h".