Mundo

31/07/2020 as 08:41

PIB da Itália tem queda recorde de 12,4% no 2º trimestre

Economia nacional acumula retração de 14,3% em 2020

Agência: Ansa
Foto: Ansa<?php echo $paginatitulo ?>

O Produto Interno Bruto (PIB) da Itália despencou 12,4% no segundo trimestre de 2020 em relação aos três meses anteriores, uma queda sem precedentes, de acordo com estimativas preliminares divulgadas nesta sexta-feira (31) pelo Instituto Nacional de Estatística (Istat).

Esse é o pior resultado trimestral registrado na série histórica iniciada no primeiro quarto de 1995. Até então, o recorde negativo era do primeiro trimestre de 2020, com retração de 5,3%.

"Depois da forte redução registrada no primeiro trimestre, a economia italiana sofreu uma contração sem precedentes no segundo trimestre de 2020 devido aos efeitos econômicos da emergência sanitária [do coronavírus] e das medidas de contenção adotadas", diz o Istat.

Na comparação com o segundo trimestre de 2019, a queda no PIB foi de 17,3%. As restrições à circulação na Itália só começaram a ser lentamente revogadas a partir do início de maio, mas o país recuperou uma certa normalidade somente em junho.

A Itália já acumula três trimestres seguidos de queda na economia e está em recessão técnica. Todos os setores produtivos registraram contração entre abril e junho, e o PIB acumula retração de 14,3% nos primeiros seis meses do ano.

"A queda do PIB se coloca dentro de um contexto internacional no qual as principais economias registram reduções de tamanho análogo por causa da pandemia", acrescenta o Istat. Na comparação com janeiro a março, a economia da zona do euro caiu 12,1% no segundo trimestre, enquanto a da União Europeia sofreu queda de 11,9%, de acordo com estimativa do Eurostat.