Mundo

13/02/2020 as 14:31

Número de mortos por coronavírus na China passa de 1,3 mil

Cifra explodiu após mudança nos critérios de contagem

Agência: Ansa
Foto: EPA / Ansa<?php echo $paginatitulo ?>

(ANSA) - Subiu para 1.367 o número de mortos na China continental por Covid-2019, doença causada pelo coronavírus Sars-CoV-2, de acordo com a nova denominação usada pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

Do total de vítimas no país asiático, 1.310 faleceram na província de Hubei, epicentro da epidemia. A doença também matou uma pessoa em Hong Kong e outra nas Filipinas.

A explosão no número de casos - 242 mortos e 14.840 mil contágios em Hubei desde 12 de fevereiro - se deve sobretudo a uma mudança nos critérios adotados pelas autoridades locais, que passaram a considerar pacientes "clinicamente diagnosticados".

Segundo o governo de Hubei, a modificação permitirá que mais pessoas recebam os tratamentos destinados a indivíduos que já tiveram a infecção confirmada por exames. A medida está em linha com as diretrizes determinadas pela Comissão Nacional de Saúde da China.

Não está claro, no entanto, porque Hubei decidiu adotar a nova definição apenas nesta semana, o que alimentou suspeitas de que os números da epidemia sejam muito mais graves do que o divulgado.

O Partido Comunista Chinês (PCC) já removeu seus líderes tanto em Hubei quanto na cidade de Wuhan, capital da província e onde a epidemia teve início.

Até o momento, o Sars-CoV-2 já contaminou mais de 60 mil pessoas no mundo, sendo 59,8 mil na China continental. Na Baía de Yokohama, no Japão, o navio de cruzeiro Diamond Princess já contabiliza 218 indivíduos com o coronavírus. Cerca de 3 mil pessoas ainda estão a bordo do transatlântico, incluindo 35 cidadãos italianos. (ANSA)