Mundo

19/01/2020 as 17:54

Paraguai: 91 supostos membros do PCC fogem de presídio

O Ministério da Justiça ainda não divulgou a lista dos fugitivos, mas a Polícia Nacional do Paraguai foi acionada e realiza buscas

Agência Sputnik
Foto: Reprodução<?php echo $paginatitulo ?>

Na madrugada deste domingo, 91 presos em Pedro Juan Caballero, no Paraguai, acusados de integrar o PCC (Primeiro Comando da Capital), fugiram através de um túnel cavado.
Segundo o site da UOL, apenas um dos presos, que seria o 92º a fugir, foi detido.

A ministra da Justiça do Paraguai, Cecilia Pérez, informou que 200 mochilas cheias da terra que foi cavada para fazer o túnel foram encontradas nas celas.
O Ministério da Justiça ainda não divulgou a lista dos fugitivos, mas a Polícia Nacional do Paraguai foi acionada e realiza buscas.

Pedro Juan Caballero faz fronteira com o Brasil e possui grande importância para o tráfico internacional de drogas, pois integra uma das principais rotas de entrada do tráfico no Brasil.

As autoridades paraguaias acreditam que os agentes penitenciários podem ter ajudado os criminosos durante a fuga. Em dezembro, o governo do país identificou um suposto plano de fuga do PCC do presídio da cidade. Na ocasião, a facção brasileira teria oferecido 80 mil dólares a agentes penitenciários e policiais.

A ministra Cecilia Pérez afirmou para uma rádio local: "é categórico que houve corrupção".
O governo do Paraguai informou o governo brasileiro sobre a fuga e sugeriu auxílio nas fronteiras, pois os fugitivos podem tentar voltar ao Brasil.