Mundo

17/08/2019 as 22:19

Moscovitas voltam às ruas para participar de manifestações

De acordo com informações do Ministério do Interior, mais de 4 mil pessoas participaram do evento

Agência Sputnik
Foto: © Sputnik / Valery Melnikov<?php echo $paginatitulo ?>

Hoje, 17 de agosto, decorreram em Moscou manifestações dedicadas às próximas eleições para a câmara legislativa da capital russa.
Primeira manifestação autorizada, organizada pelo Partido Comunista da Federação da Rússia, teve lugar na avenida Sakharov. De acordo com informações do Ministério do Interior, mais de 4 mil pessoas participaram do evento.

Desta manifestação participaram dirigentes do Partido Comunista, deputados da Duma Federal (câmara baixa da Assembleia Federal), políticos conhecidos e várias figuras públicas.

Mais tarde, ações solitárias, que de acordo com a lei não precisam de obter permissão das autoridades, começaram em três locais diferentes no centro da cidade.

Os manifestantes exibem cartazes de apoio aos candidatos que foram excluídos das próximas eleições legislativas municipais e aos detidos por provocar distúrbios durante as manifestações não sancionadas.

A situação nas referidas ações permanece calma, os agentes policiais não impedem a realização das manifestações individuais, segundo informa correspondente da Sputnik.

Ações de protesto anteriores
Na semana passada, cerca de 20 mil pessoas participaram de uma manifestação de protesto autorizada no centro de Moscou, de acordo com informações divulgadas pelo Ministério do Interior.

Durante as últimas semanas já foram dois os protestos que não tinham sido autorizados pelas autoridades municipais da capital.

Durante estes eventos, as forças da ordem detiveram cerca de 1.700 pessoas devido a diferentes tipos de infrações à lei. O Comitê de Investigação abriu diversos inquéritos relativos a distúrbios massivos e ataques contra as autoridades.

As manifestações foram convocadas devido a alguns candidatos terem sido excluídos das próximas eleições legislativas municipais.