Mundo

10/06/2019 as 00:08

Possível sucessor de May ameaça dar calote na União Europeia

Boris Johnson é o favorito para suceder a primeira-ministra

Agência Ansa
Foto: Epa / AnsaFlash<?php echo $paginatitulo ?>

(ANSA) - O favorito à sucessão de Theresa May no governo do Reino Unido, Boris Johnson, ameaçou não pagar as 39 bilhões de libras esterlinas da conta do Brexit caso a União Europeia não modifique o acordo de "divórcio".

A quantia está no tratado firmado entre Londres e Bruxelas e seria uma compensação pelo fato de os britânicos quebrarem o contrato de participação na UE. O acordo, no entanto, foi rejeitado três vezes pelo Parlamento do Reino Unido, o que causou a queda de May, e a União Europeia não pretende renegociá-lo.

"Aquelas 39 bilhões de libras são nossas. Nossos amigos e parceiros devem entender que o dinheiro será retido até que tenhamos mais clareza sobre qual caminho tomar", disse Johnson, em entrevista ao Sunday Times.

Ex-prefeito de Londres e ex-secretário de Relações Exteriores, ele é o favorito para assumir a liderança do Partido Conservador e, por consequência, o cargo de primeiro-ministro. "Para um bom acordo, o dinheiro é um excelente solvente e um bom lubrificante", brincou Johnson. (ANSA)