Mundo

15/05/2019 as 11:33

Irã formaliza suspensão de regras de acordo nuclear

País deu ultimato para potências renegociarem o tratado

Agência Ansa
Foto: AnsaFlash<?php echo $paginatitulo ?>

(ANSA) - O Irã formalizou nesta quarta-feira (15) a suspensão de algumas obrigações do acordo assinado com potências mundiais em 2015 para controlar seu programa nuclear.

A medida chega uma semana depois de o presidente Hassan Rohani ter dado um ultimato de 60 dias para Alemanha, China, França, Reino Unido e Rússia renegociarem os termos do tratado, que foi abandonado pelos Estados Unidos em 2018.

As regras suspensas pelo Irã dizem respeito ao limite de armazenamento de urânio enriquecido e água pesada, elementos essenciais para a produção nuclear. O excesso desses itens era exportado pelo país persa, mas essa atividade foi inviabilizada pelas novas sanções americanas.

Teerã, no entanto, prometeu restabelecer os limites anteriores se chegar a um acordo com as potências internacionais no prazo de 60 dias. "O Irã superará o momento difícil que está enfrentando com solidariedade, união nacional, resistência, planejamento e uma melhor gestão dos recursos", disse Rohani, após um encontro com o guia supremo do país, aiatolá Ali Khamenei.

Em meio à crescente tensão com Teerã, os Estados Unidos evacuaram seus funcionários não essenciais da embaixada em Bagdá e do consulado de Irbil, no Iraque. Washington denunciou "ameaças" iranianas contra os interesses americanos na região.

No entanto, em visita oficial à Rússia, o secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, garantiu nesta terça-feira (14) que seu país "não quer uma guerra contra o Irã". (ANSA)