Mundo

13/05/2019 as 17:57

Ex-líder do Sudão é acusado por morte de manifestantes

Omar al-Bashir foi deposto em abril, após três décadas no poder

Agência: Ansa
Foto: Epa / AnsaFlash<?php echo $paginatitulo ?>

(ANSA) - O presidente deposto do Sudão, Omar al-Bashir, foi formalmente acusado de envolvimento e incitação do assassinato de manifestantes durante protestos contra o seu regime, no mês passado.

"Omar al Bashir e outros foram acusados de incitar e participar do assassinato de manifestantes", informou, em nota, o Ministério Público. As acusações são resultado de uma investigação sobre a morte de um médico durante protestos na capital do país, Cartum, que levaram à queda do governo de Al-Bashir, que governou o país por mais de três décadas. (ANSA)