Mundo

12/05/2019 as 15:45

Protesto na Albânia exige renúncia de primeiro-ministro

Manifestantes protagonizaram tensão e conflitos com polícia

Agência: Ansa
Foto: Epa / AnsaFlash<?php echo $paginatitulo ?>

(ANSA) - Milhares de pessoas saíram às ruas de Tirana neste domingo (12) em um novo protesto para exigir a renúncia do primeiro-ministro da Albânia, Edi Rama, e a formação de um governo de transição para preparar eleições antecipadas.

Segundo as autoridades, os manifestantes lançaram coquetel molotov e provocaram pequenos focos de incêndio, em diferentes pontos da cidade, incluindo a sede do governo e do Parlamento. A polícia disparou gás lacrimogêneo para dispersar o grupo.

A manifestação foi promovida pelos militantes do Partido Democrático (PD), liderado pelo opositor Lulzim Basha, que pediu às multidões que continuem os protestos até que Rama desista do poder.

Nos últimos três meses, a Albânia tem sido alvo de protestos que pedem a saída do premier, acusado de corrupção. Rama é suspeito de liderar um grupo criminoso, além de contribuir com o aumento da pobreza e comprar votos com dinheiro do crime para ser eleito. (ANSA).