Mundo

07/11/2018 as 19:35

Flórida aprova direito a voto para condenados pela Justiça

A medida exclui sentenciados por homicídio ou crimes sexuais

Agência: AnsaFlash / Conteúdo Licenciado
Foto: Epa / AnsaFlash<?php echo $paginatitulo ?>

(ANSA) - Os cidadãos da Flórida, nos Estados Unidos, aprovaram em referendo uma emenda que autoriza condenados que já cumpriram suas penas a votarem em eleições.

A medida, votada durante as eleições de meio de mandato, na última terça-feira (6), pode estender o sufrágio a cerca de 1,4 milhão de pessoas no estado. A permissão, no entanto, não valerá para criminosos sentenciados por homicídio ou delitos sexuais.

A emenda foi aprovada com 64% dos votos e acaba como uma regra que relegava condenados já em dia com suas obrigações com a Justiça a um status de cidadãos de segunda classe, em um estado que prende proporcionalmente muito mais negros do que brancos.

Segundo a revista "Time", 418 mil afro-americanos não puderam votar na Flórida nas eleições de 2016, número que corresponde a 17,9% da população negra do estado.

A maioria dos estados norte-americanos possui restrições ao voto de presidiários ou condenados em liberdade condicional, mas apenas Flórida, Kentucky e Iowa proibiam também aqueles que já cumpriram suas sentenças e tentam se reinserir na sociedade. (ANSA)