Mundo

12/10/2017 as 08:36

Trump critica Nafta e abre porta para acordos bilaterais com México e Canadá

Mas as dúvidas sobre o futuro do Nafta, firmado em 1994, cresceram nas últimas semanas

Agência Brasil
Foto: KEVIN DIETSCH / POOL/EFE<?php echo $paginatitulo ?>

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, voltou a cogitar nesta quarta-feira (11) o fim do Tratado de Livre Comércio da América do Norte (Nafta) se ele não for favorável aos interesses americanos, mas abriu o caminho para acordos bilaterais com o Canadá e o México.

"Acredito que Justin (Trudeau, primeiro-ministro do Canadá) entende isso. Se não pudermos chegar a um acordo, ele será encerrado e tudo estará certo", afirmou Trump sobre a renegociação em andamento do Nafta durante uma visita do líder canadense à Casa Branca.

Ao ser perguntado sobre a possibilidade de firmar acordos separados com o Canadá e o México, Trump disse estar disposto. "É possível que não sejamos capazes de chegar a um acordo com um e o outro. Mas, enquanto isso, teremos um acordo melhor com um deles", completou Trump, que diz buscar o melhor para os trabalhadores e empresas americanas.

A reunião entre Trump e Trudeau ocorreu em paralelo à quarta rodada de negociação entre os três países. Mas as dúvidas sobre o futuro do Nafta, firmado em 1994, cresceram nas últimas semanas, após as exigências feitas pelo governo dos EUA.

Entre as propostas americanas que tiveram mais resistência de México e Canadá, estão o aumento da cota de produtos fabricados no território americano e uma cláusula que obrigaria a uma revisão do acordo de maneira sistemática a cada cinco anos. Esse artigo prevê a hipótese de suspender o pacto se um dos três membros decidir não prorrogá-lo.