Geral

02/06/2020 as 07:06

Especulação em torno da Embraer mostra que empresa precisa ser protegida, diz especialista

O economista Marcos Barbieri Ferreira explica as possíveis razões do suposto interesse

Agência Sputnik
Foto: © Folhapress / Mateus Bonomi / SPUTNIK<?php echo $paginatitulo ?>

Com a desistência da compra Embraer pela Boeing, diversas empresas do mundo teriam demonstrado interesse no negócio. Para discutir o assunto, a Sputnik Brasil ouviu o economista Marcos José Barbieri Ferreira, que afirmou que o governo do Brasil precisa agir para proteger a empresa brasileira.
Ao longo da semana passada, circularam especulações de que empresas como a chinesa Comac, a russa Irkut e também uma empresa indiana do setor de aviação estariam rondando a Embraer após o rompimento do acordo de venda para a Boeing. Os rumores chegaram a impulsionar as ações da empresa brasileira na Bolsa de Valores na sexta-feira (29), quando os papéis da Embraer se valorizaram em mais de 15%, mesmo em um momento de crise.

Para o economista e professor da Unicamp, Marcos José Barbieri Ferreira, especialista em aviação comercial e Defesa, uma eventual manifestação de interesse na Embraer seria esperado devido ao sucesso da empresa.

"É uma empresa que procurou avançar, uma empresa que conquistou uma grande competência tecnológica e que se inseriu de maneira muito competitiva no mercado internacional", explica o economista em entrevista à Spuntik Brasil.
A Embraer é uma das empresas de aviação mais importantes do mundo e tem atuação destacada no setor de aviação civil com aviões de porte médio, sendo a terceira maior exportadora de aviões comerciais no planeta, conforme aponta o professor Barbieri.