Geral

10/01/2019 as 21:21

Governo Bolsonaro não vetará acordo entre Boeing e Embraer

Valor da negociação é estimado em US$ 5,2 bilhões

Agência: Ansa
Foto: AnsaFlash<?php echo $paginatitulo ?>

(ANSA) - O presidente Jair Bolsonaro anunciou nesta quinta-feira (10) que não vai utilizar o poder de veto em relação ao acordo entre as empresas brasileira Embraer e a norte-americana Boeing para a criação de uma nova companhia na área de aviação comercial.

"Ficou claro que a soberania e os interesses da Nação estão preservados", disse Bolsonaro em sua conta no Twitter.
Mais cedo, o Palácio do Planalto já havia emitido um comunicado informando que o novo governo brasileiro não iria exercer o poder de veto. "A União não se opõe ao andamento do processo", acrescenta o texto.

O valor da negociação é estimado em US$ 5,2 bilhões. Caso o negócio seja efetivado, a Boeing terá 80% de participação no novo negócio, enquanto a Embraer ficará com 20%. Para isso, os norte-americanos pagarão aos brasileiros US$4,2 bilhões, cerca de US$400 milhões a mais do que o previsto.

O acordo ainda prevê a criação de uma segunda empresa, especializada em aeronaves de defesa, que deve ter negociações concluídas até o final de 2019. Neste caso, a Embraer terá o controle de 51%. (ANSA)