Geral

09/01/2019 as 17:30

Filho de vice do Brasil triplica salário em banco estatal

Antônio Mourão foi indicado para assessoria da presidência do BB

Agência: Ansa
Foto: Epa / AnsaFlash<?php echo $paginatitulo ?>

Antônio Mourão foi indicado para assessoria da presidência do BB

(ANSA) - O filho do vice-presidente do Brasil, Hamilton Mourão, Antônio Hamilton Rossel Murão, foi promovido nesta segunda-feira (7) a assessor especial da presidência do Banco do Brasil e receberá salário de R$ 36 mil por mês, o triplo do valor que recebia anteriormente.

Rossel Mourão é funcionário de carreira do banco estatal há 19 anos e trabalhava havia 11 anos na diretoria de agronegócio da instituição. Segundo o vice-presidente brasileiro, a promoção foi obtida por "mérito" e só não ocorreu antes porque o filho vinha sendo "duramente perseguido" pelas gestões anteriores.

Mourão ainda lembrou que o novo assessor do presidente do Banco do Brasil recém empossado, Rubem Alves, é formado em Administração de Empresas e possui pós-graduações em Agronegócios e em Desenvolvimento Sustentável. "Em governos anteriores, honestidade e competência não eram valorizados", escreveu Hamilton Mourão no Twitter. O vice-presidente disse que não havia sido informado sobre a promoção com antecedência e o presidente Jair Bolsonaro evito comentar o caso.

Em nota, o Rubem Novaes, defendeu a nomeação, dizendo que Rossel Mourão possui "excelente formação e capacidade técnica" e destacando que Mourão é sua "absoluta confiança e foi escolhido por sua competência". A assessoria da presidência é um cargo de confiança que depende unicamente da indicação do presidente da instituição. O novo salário de Rossel Mourão supera o do pai, que é vice presidente, e tem vencimentos de R$ 30,9 mil. (ANSA)