Geral

09/10/2018 as 11:36

Novo não manifesta apoio, mas se diz 'contrário' ao PT

Já o PP decidiu manter neutralidade no segundo turno

Agência: AnsaFlash / Conteúdo Licenciado
Foto: Epa / AnsaFlash<?php echo $paginatitulo ?>

(ANSA) - O Partido Novo decidiu não formalizar apoio a nenhum candidato no segundo turno das eleições presidenciais, mas declarou oposição ao PT.

Em nota divulgada nesta terça-feira (9), a legenda liberal disse que manterá sua "coerência" e que sua "contribuição à sociedade" se dará "através da atuação" de sua bancada, alinhada com seus "princípios e valores".

"O Novo não apoiará nenhum candidato à Presidência, mas somos absolutamente contrários ao PT, que tem ideias e práticas opostas às nossas", afirma o comunicado. Estreante em eleições, o partido foi o quinto mais votado na disputa presidencial, com João Amoêdo (2,5%), que venceu nomes tradicionais como Henrique Meirelles (MDB) e Marina Silva (Rede).

Além disso, o Novo elegeu oito deputados e chegou ao segundo turno da corrida pelo governo de Minas Gerais, com Romeu Zema. Outro partido que declarou neutralidade é o PP, de Ana Amélia, vice na chapa de Geraldo Alckmin (PSDB).

"Tendo a clara compreensão dessas circunstâncias especiais que vivem a política e o país, o Progressistas adotará uma postura de absoluta isenção e neutralidade no segundo turno das eleições presidenciais", diz a sigla em uma nota. (ANSA)