Geral

08/10/2018 as 08:49

Ex-premier italiano elogia desempenho de Haddad

Massimo D'Alema também voltou a criticar prisão de Lula

fonte
Foto: Epa / AnsaFlash<?php echo $paginatitulo ?>

(ANSA) - O ex-primeiro-ministro da Itália Massimo D'Alema elogiou nesta segunda-feira (8) o desempenho de Fernando Haddad (PT) nas eleições presidenciais de 2018.

Amigo e defensor do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, D'Alema afirmou que "a esquerda conseguiu se manter no Brasil", apesar de o ex-mandatário petista ter sido impedido de disputar as eleições.

"Fernando Haddad, um mês atrás, estava em 4%, e hoje chegou a 28,8% [na verdade foram 29,28%]. No segundo turno, será uma disputa cabeça a cabeça", disse o ex-primeiro-ministro em entrevista a uma emissora local.

"Lula foi impedido de falar na prisão, e por isso os brasileiros mais pobres do norte não foram votar", acrescentou. D'Alema governou a Itália entre 1998 e 2000 e hoje pertence ao partido de centro-esquerda Movimento Democrático e Progressista (MDP). (ANSA)