Geral

13/12/2017 as 11:44

Resgate tenta chegar a destroços de aeronave que caiu com casal e filho

A operação de resgate foi retomada nesta manhã

fonte
Foto: Marcelo Souza/ TVCA de Tangará da Serra<?php echo $paginatitulo ?>

Por José Maria Tomazela

A Força Aérea Brasileira (FAB) confirmou na manhã desta quarta-feira, 13, que são da aeronave prefixo PU-MMT, desaparecida desde sábado, 9, com um casal e seu filho a bordo, os destroços avistados na região de Juruena, norte de Mato Grosso, no fim da tarde de terça-feira.

Os vestígios estão em área de mata fechada, próximo de um local conhecido como "Paredão" e, num sobrevoo de helicóptero à baixa altitude, a tripulação conseguiu identificar o avião.

De acordo com o Centro de Comunicação Social da Aeronáutica, paraquedistas especializados em resgate foram lançados numa área descampada, no ponto mais próximo do local, no início da noite de terça-feira, 12.

Entretanto, as condições meteorológicas adversas, as características da mata extremamente fechada e o pôr do sol impediram que os militares chegassem até o avião. A operação de resgate foi retomada nesta manhã, mesmo com as condições meteorológicas desfavoráveis.

Paralelamente ao lançamento dos paraquedistas, a FAB acionou um helicóptero H-1H, pertencente ao Esquadrão Pelicano, que se encontra em alerta exclusivo para apoiar a operação.

A monomotor pertence ao pecuarista Leandro Ferreira Pascoal, de 28 anos, e desapareceu quando voava entre Colniza e Juara, onde faria o pouso. Além dele, estavam na aeronave sua mulher, Francieli da Costa Resseto, e o filho do casal, Felipe, de um ano e sete meses.