Esportes

18/01/2021 as 16:57

Clubes gastaram US$ 1,7 bi a menos com transferências em 2020

No total, clubes movimentaram US$ 5,63 bilhões no ano passado

Agência: Ansa
Foto: Ansa / ansausers/brasil/flash/esportes<?php echo $paginatitulo ?>

A Fifa revelou nesta segunda-feira (18) que os clubes de futebol gastaram US$ 1,7 bilhão a menos nas janelas de transferências de 2020 em comparação com 2019.

Segundo informações da nova edição do relatório Global Transfer Market, as equipes gastaram US$ 5,63 bilhões no ano passado contra os US$ 7,35 bilhões investidos em 2019. O número de transferências de atletas profissionais concretizadas em 2020 teve uma redução de 5,4%.

A quantidade de transferências nas janelas do ano passado, que foram duramente afetadas pela pandemia do novo coronavírus, caiu pela primeira vez desde 2010.

De acordo com a Fifa, o jogador mais caro foi o meio-campista alemão Kai Havertz, comprado pelo Chelsea por 90 milhões de euros. No pódio também estão o brasileiro Arthur, da Juventus, e o nigeriano Victor Osimhen, do Napoli.

Entre os países da Uefa, a Itália ficou na sexta colocação da classificação geral de negociações concretizadas e em sétimo na quantidade de atletas que deixaram o país. A quantidade de operações gerou um total de US$ 731 milhões.

Juventus, Napoli e Inter de Milão foram os times italianos que mais gastaram em 2020, com a Velha Senhora na quinta posição do ranking geral, atrás do Chelsea, Manchester City, Manchester United e Barcelona.