Esportes

02/08/2020 as 14:52

Pilotos voltam a protestar contra racismo no GP da Inglaterra

No grid, a maioria se ajoelhou, com exceção de 7 pessoas

Agência: Ansa
Foto: Epa<?php echo $paginatitulo ?>

Os pilotos da Fórmula 1 voltaram a realizar um protesto contra o racismo neste domingo (2), antes da largada do Grande Prêmio da Inglaterra.

Já no grid, a maioria se ajoelhou, com exceção de sete pilotos. São eles: Max Verstappen, Antonio Giovinazzi, Carlos Sainz, Charles Leclerc, Kimi Raikkonen, Daniil Kvyat e Kevin Magnussen.

No entanto, todos vestiam uma camiseta com as palavras End Racism" ("Fim do Racismo"). O britânico Lewis Hamilton, porém, usou uma com a frase "Black Lives Matter" (Vidas Negras Importam), que marca as manifestações antirracistas ao redor do mundo.

Além disso, os pilotos gravaram um vídeo com palavras que incentivam a luta contra o racismo e pela igualdade de todas as pessoas. A filmagem foi exibida na transmissão oficial, antes da largada.