Esportes

20/08/2019 as 19:09

Cuesta exalta peso de gol fora e de Inter buscar vitória sobre o Fla no Maracanã

Temos de manter isso que estamos fazendo, pois estamos no caminho certo", completou

fonte
Foto: Reprodução/Twitter<?php echo $paginatitulo ?>

O zagueiro Victor Cuesta exaltou nesta terça-feira a importância de o Internacional ser ousado fora de casa e buscar a vitória sobre o Flamengo no confronto de ida das quartas de final da Copa Libertadores, marcado para esta quarta, às 21h30, no Maracanã. O jogador argentino projetou esta postura da equipe gaúcha ao ser questionado sobre o peso do gol marcado fora de casa, que pode ser decisivo em caso de empate no saldo no placar agregado deste mata-mata continental.

"Sempre é importante fazer gol fora de casa, sabendo que tem essa questão de gol qualificado. Conseguimos fazer nas oitavas contra o Nacional (do Uruguai) e foi importante. Agora é tentar fazer um grande jogo e vencer o Flamengo", afirmou o defensor, em entrevista coletiva concedida pouco antes de o time colorado realizar o último treino de preparação para pegar o rival carioca no Rio.

Ao comentar o fato de que o Maracanã estará lotado por cerca de 60 mil torcedores e que a sua equipe atuará diante de um adversário com grandes valores individuais, Cuesta destacou que o Inter precisa manter o seu bom nível de atuação em qualquer lugar em que for jogar. E isso ocorreu, por exemplo, nas oitavas de final desta Libertadores, com vitórias sobre o Nacional por 1 a 0, em Montevidéu, e 2 a 0, em Porto Alegre. "Estádio cheio, jogo difícil, mas a gente tem de fazer o que a gente vem fazendo nesta Copa Libertadores, tanto fora de casa como no Beira-Rio. Temos de manter isso que estamos fazendo, pois estamos no caminho certo", completou.

Cuesta também reconheceu que não vai ser fácil parar o ataque do Flamengo, que hoje tem Gabriel como artilheiro isolado do Brasileirão, com 11 gols, mas exibiu confiança na conquista de um bom resultado no Maracanã. "Será difícil enfrentar o Gabriel, mas não só ele. Todo o ataque do Flamengo tem jogadores muito qualificados", lembrou o zagueiro, para depois completar: "Vai ser difícil, mas estamos preparados para isso".

DÚVIDA NA ESCALAÇÃO - Outro assunto comentado pelo argentino nesta terça-feira será a possível ausência de Edenilson, que tenta se recuperar de lesão na coxa direita e segue como dúvida para o jogo desta quarta.

"Sabemos do momento que está vivendo o Edenilson, um jogador muito importante para a nossa equipe, mas também tem outros jogadores que estão fazendo grande trabalho e podem suprir a ausência dele. Ficou demonstrado no jogo contra o Fortaleza que o elenco está forte, trabalhando muito, e estamos conseguindo os resultados", ressaltou Cuesta, se referindo ao triunfo por 1 a 0 sobre o time cearense, no último sábado, na Arena Castelão, onde o técnico Odair Hellmann escalou uma equipe cheio de reservas visando poupar os titulares para esta quarta.

Assim como fez na segunda-feira, o treinador colorado fechou o treinou realizado no final da manhã desta terça no CT do Inter. Com isso, ele não deu pistas da escalação que mandará a campo no Maracanã. Se não reunir condições de atuar, Edenilson deverá ser substituído por Nonato. Outro jogador do meio-campo do time, Rodrigo Lindoso vinha se queixando de dores no tornozelo, mas a tendência é a de que seja confirmado no time titular.

A uma provável formação do Inter para o duelo desta quarta é a seguinte: Marcelo Lomba; Bruno, Rodrigo Moledo, Victor Cuesta e Uendel; Rodrigo Lindoso (Rithely), Edenilson (Nonato), Patrick, D’Alessandro e Rafael Sobis (Nico López); Paolo Guerrero.