Esportes

10/10/2018 as 21:38

Everton tem novo estiramento na coxa e deve ficar pelo menos 3 semanas sem jogar

O período mínimo estimado para a recuperação deste tipo de lesão é de três semanas

fonte
Foto: Reprodução<?php echo $paginatitulo ?>

O departamento médico do São Paulo confirmou nesta quarta-feira que o meia-atacante Everton sofreu um estiramento no músculo posterior da coxa esquerda durante o clássico contra o Palmeiras, no último sábado, no Morumbi, e desfalcará o time nas próximas rodadas do Campeonato Brasileiro.

O período mínimo estimado para a recuperação deste tipo de lesão é de três semanas, sendo que o atleta havia voltado a atuar no duelo diante dos palmeirenses após um longo período de afastamento. Desde o jogo contra o Ceará, válido pela 21ª rodada do Brasileirão, ele só conseguiu jogar mais duas vezes. Uma delas foi contra o Santos, no dia 16 de setembro, na Vila Belmiro, onde precisou ser substituído ainda no primeiro tempo por causa de dores musculares.

Na partida contra o Ceará, no dia 26 de agosto, no Morumbi, Everton sofreu uma lesão no mesmo músculo posterior da coxa esquerda. E depois só voltou a atuar no confronto diante do time santista. E, contra o Palmeiras, só foi colocado em campo pelo técnico Diego Aguirre no segundo tempo, quando a sua equipe já perdia o duelo por 2 a 0.

Com a nova lesão, Everton se torna novamente desfalque de peso do São Paulo para esta reta decisiva do Brasileirão, no qual o time voltará a jogar neste domingo, contra o Internacional, às 16 horas, no Beira-Rio, pela 29ª rodada da competição.

Por meio de nota publicada em seu site oficial, o São Paulo informou que o jogador iniciou tratamento fisioterápico no domingo, dia de folga do elenco após o clássico, mas reclamou que as dores persistiam quando ele deu tentou trotar no gramado. O fato motivou a realização de um exame de ultrassonografia, que detectou o estiramento no músculo posterior da coxa esquerda.

Em má fase, o São Paulo ocupa a quarta posição do Brasileirão, com 52 pontos, quatro atrás do Palmeiras, atual líder e que derrotou o rival tricolor por 2 a 0, no Morumbi, no clássico do último sábado.